4 dicas para realizar tratamentos dentários em autistas

Hoje é o Dia Internacional da Síndrome de Asperger, e aproveitamos a data para falar da importância da atenção especial que pacientes dentro do transtorno do espectro autista (TEA) merecem.

O autismo é um transtorno de desenvolvimento grave que prejudica a capacidade de se comunicar e interagir. Essa definição já frustra qualquer dentista que considere realizar o seu procedimento de forma corriqueira. Nesse sentido, se faz necessário diferenciar a abordagem e buscar o máximo de conhecimento possível para conseguir atender da melhor forma o paciente com TEA.

Os pacientes autistas são propícios a terem doença cárie, levando em conta as dificuldades de coordenação motora e colaboração. Logo, se faz necessário o acompanhamento constante para tratamentos preventivos em curtos períodos e é importante que seja sempre com o mesmo profissional, assim o autista sente-se mais seguro e confiante.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Categorias

Posts Recentes: