A indústria de biomateriais nacional focado em odontologia

Há alguns anos a indústria de biomateriais nacional tem se expandido e colaborado de forma positiva na área da saúde.

Os biomateriais podem ser tanto naturais como sintéticos, cuja finalidade é substituir total ou parcialmente os tecidos ou órgãos. Eles permitem uma recomposição mais próxima a anatomia do corpo, não comprometendo a função daquela região.

Em resumo, os materiais têm como objetivo principal melhorar a qualidade de vida do paciente.

Desta forma, a odontologia é amplamente beneficiada pelo uso de biomateriais, tal como os pacientes. Ainda assim, muitos dentistas desconhecem as vantagens e utilizam pouco as opções disponíveis.

Pensando nisso, este texto irá explicar tudo sobre os biomateriais e como podem ser aplicados a odontologia. Acompanhe.

O que são biomateriais?

Trata-se de materiais que podem ser usados no corpo humano para reparação de órgãos e tecidos. Eles entram como substitutos em casos cirúrgicos e outros procedimentos da saúde, como para diagnósticos e produção de vacinas.

Por conta de seu nome, muitas pessoas acreditam que são materiais com origem natural, o que normalmente é. Porém, também podem ser produzidos em laboratório para a mesma finalidade e resultado.

Além disso, são capazes de conversar com o corpo humano de forma bastante satisfatória, promovendo benefícios aos pacientes. Por isso, a indústria de biomateriais está crescendo tanto nos último anos.
Biomateriais para a odontologia
Os biomateriais têm função regenerativa, ajudando na recuperação do local onde são aplicados. E é justamente por essa finalidade que são tão presentes no meio odontológico.

A aplicação estimula a formação de ossos e tecido mole em regiões afetadas pelos procedimentos médicos. Isso acontece porque os materiais são bastante semelhantes ao próprio tecido humano, mesmo quando sintéticos.

Neste processo, o material é integrado a cicatrização e passa por uma decomposição natural pelo metabolismo do corpo. Há muitos procedimentos odontológicos em que os biomateriais podem ser utilizados, alguns exemplos são:
Restaurações e preenchimentos de cavidades; Próteses; Implantes.

O uso tem contato direto com tecidos biológicos, caso da dentina e polpa. Sendo assim, é necessário cautela para aplicação e utilizar apenas produtos de qualidade, como os oferecidos pela Critéria.

Ao recorrer a biomateriais de ampla tecnologia, o profissional tem mais chances de garantir os resultados buscados. Também reduz de maneira considerável a probabilidade do paciente ter algum efeito colateral.
Indústria de biomateriais: conheça os tipos disponíveis
Como mencionado, a indústria de biomateriais é bem vasta. A Critéria tem como base a pesquisa e desenvolvimento para que as opções de biomateriais disponíveis sejam de qualidade.

Unindo bioengenharia e biomedicina, nossos produtos são desenvolvidos de maneira segura e eficaz, dentro de normativas internacionais. Isso é necessário para que os pacientes tenham mais qualidade de vida, além de uma boa recuperação.

Cada etapa do desenvolvimento recebe suporte de universidades nacionais e internacionais, assim garantindo a qualidade dos produtos.

Mas sabemos que além de todo esse trabalho, é importante que os profissionais conheçam os biomateriais.

Os dentistas contam diversos tipos para utilizarem em seus procedimentos. Os principais você conhecerá a seguir:
Polímeros
Os polímeros são materiais de fácil fabricação, sobretudo quando relacionados a outras alternativas, como a cerâmica.

Eles apresentam como ponto principal a versatilidade, sendo desenvolvido com fórmulas diversas e um ótimo custo-benefício.

O uso deste tipo de biomaterial não é de hoje, já que os polímeros estão presentes na odontologia desde o século XIX. Podem ser usados desde a moldagem, como também para processos cirúrgicos.

Para uma correta aplicação, é importante que o material tenha baixa densidade. Assim, conseguem substituir os tecidos moles na boca de maneira eficiente.
Metais
O desempenho mecânico dos metais faz com que essa matéria-prima seja muito bem aceita na odontologia.

Resistentes, são usados para reforço, estabilização ou substituição de tecidos rígidos. É bem comum o uso para implantes, por exemplo.

Além da aplicação em procedimentos, os metais também são encontrados na instrumentação.

Entre as opções de biomateriais, ligas de titânio e aço inoxidável ganham destaque. Eles apresentam um custo acessível comparado aos metais nobres e também tem uma densidade menor, facilitando a aplicação.
Cerâmicas
As cerâmicas são os biomateriais mais indicados para procedimentos de reconstrução e maxilofacial. No entanto, tem aplicação abrangente e pode aparecer em outros processos.

Essa versatilidade é possível graças às propriedades apresentadas pelo material. Também é importante destacar sua alta compatibilidade química, sobretudo a tecidos rígidos, caso dos nossos dentes.

O material tem ainda a vantagem de ser inorgânico, já que é composto por elementos metálicos e não metálicos.
Essa composição apresenta baixa condutividade térmica e elétrica, também tornam a cerâmica mais resistente e estável.
Porém, ele também tem suas desvantagens. A cerâmica não tem microporosidade, o que complica o crescimento de células no interior do material.
Como a indústria de biomateriais nacional pode colaborar com a odontologia?
Você já conseguiu perceber que o uso de biomateriais é bem diverso na odontologia. É claro que ele também traz alguns benefícios para os profissionais e seus pacientes.

Aplicados em diversos procedimentos, a estrutura dos biomateriais conseguem entregar um resultado mais satisfatório. Sua capacidade de regeneração colabora para a reabilitação do paciente de forma positiva, recuperando tecidos e ossos afetados nos procedimentos.

Mas, os biomateriais apresentam outras vantagens que valem destaque:
Permite a realização de procedimentos menos invasivos com alta taxa de sucesso;
Reparação de defeitos, onde o resultado é bastante natural e bem aceito pelos pacientes;
Ajuda a otimizar o trabalho dos dentistas, minimizando o retrabalho. Também mostram que o profissional está atualizado às tecnologias, o que passa credibilidade;
Proporciona conforto ao paciente, desassociando a imagem dos procedimentos odontológicos a dor.
No entanto, é importante ressaltar que para ser beneficiado com tais vantagens, é essencial o uso de biomateriais de alta qualidade.

E quanto isso, pode ficar despreocupado, afinal a Criteria é a melhor opção de indústria de biomateriais para você.

Estamos constantemente pesquisando por inovações que podem colaborar com o desenvolvimento dos produtos. O foco é em entregar biomateriais que tornem mais simples a rotina profissional, com resultados satisfatórios também aos pacientes.

Somos a única empresa com validação internacional para nossos produtos. Ou seja, tudo que você adquire conosco, tem um alto padrão de qualidade.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Categorias

Posts Recentes: