Nova Fabrica da Critéria, a maior da America Latina 

Àrea de regeneração óssea exige pesquisa incessante e contínua para buscar tecnologias que sejam capazes de otimizar o tempo cirúrgico, aprimorar o resultado do tratamento e oferecer as melhores soluções para o paciente. É exatamente essa ideologia que move a Critéria Biomateriais, empresa que tem orgulho de ser totalmente brasileira e que aposta na tecnologia e nos talentos nacionais para oferecer produtos de alta qualidade para reconstrução de tecido duro. Criada em 2006 pelos irmãos Felipe e André Braga, a companhia já abriu as portas com forte conhecimento de mercado, pois a dupla atuava há dez anos nesse setor ao lado do pai, o professor Francisco Braga. “Temos um histórico de mais de 30 anos de investigação nesse segmento. Percebemos a necessidade de abastecer com tecnologias acessíveis um mercado rendido por produtos importados e valores muito elevados, discrepantes da realidade vivida por aqui”, explica André Braga, diretor da Critéria Biomateriais. Ao longo desses anos, a empresa não perdeu o foco de nacionalizar todas as inovações e atualidades que surgiam na área de regeneração tecidual, tornando-as viáveis a um maior número de profi ssionais brasileiros. Um plano bem embasado sempre apresenta resultados promissores: a Critéria contabiliza crescimento anual de 30% desde sua fundação e disputa o topo da maior fatia do mercado. “Para nós, é um imenso orgulho mostrar que o Brasil não deixa nada a desejar ao mundo no quesito biotecnologia”, enfatiza Felipe Braga, CEO da empresa. Além da presença marcante em solo nacional, a companhia desembarcou em países da América Latina, como Colômbia, Equador, Uruguai, Paraguai, Chile, Panamá, República Dominicana, México e Costa Rica. “Estamos deixando importantes rastros por aí. Exemplo disso foi a menção de nossos produtos na grade científi ca de palestrantes da edição 2019 do congresso da European Association for Osseointegration (EAO), um dos eventos globais mais importantes para a discussão da Osseointegração, que aconteceu em Portugal”, comemoram André e Felipe.