Melhorando o perfil ósseo utilizando Lumina Bone Porous granulação small e Lumina Coat Double Time

Melhorando o perfil ósseo utilizando Lumina Bone Porous granulação small e Lumina Coat Double Time

A exodontia é uma operação comum em cirurgia oral, sendo associadas
à perda do osso alveolar, que ocorre tanto por mecanismos fisiológicos como
iatrogênicos, assim sendo, nenhuma técnica de exodontia é completamente
atraumática (Weiss et al 2011, Chappuis et al 2015, Bosun et al, 2018). Este
relato de caso clinico tem como objetivo, demonstrar a utilização de
biomateriais de origem heterogêneo (Lumina Bone Porous granulação small) e
membrana de colageno não reticulado do tipo 1 e 3 (Lumina Coar Double
Time), no intuito de reaver o perfil ósseo necessário para recobrimento total
dos implantes, bem como melhor conformação da espessura óssea, diminuindo
as alterações danosas na região próxima ao elemento dental, oferecendo
melhor estabilidade na manutenção da parede óssea vestibular e tecido mole
adjacente, para instalação imediata de implantes osseointegrados.

 

Relato de caso

Paciente CS, 44anos, tem ausência dos elementos 12, 13, 22 e 24, foi
submetida a cirurgia de inserção de implantes em substituição de cada

ausência com implantes de tamanho 3,5mmX11,5mm.
Mediante a descorticalização da parede óssea vestibular das regiões, utilizando broca 

esférica carbaide FG1, no qual, devido a atrofia óssea das regiões, realizamos

a reconstrução do perfil ósseo, preenchendo e recobrido com enxerto ósseo
heterogêneo, Lumina Bone Porous granulação Small umectado com soro

extraído do sobrenadante das membranas de PRF (Castro et al., 2017),
seguido de recobrimento com membrana de colageno não reticulado tipo 1 e 3,Lumina Coat Double Time, em sequência submetemos a adaptação de
membranas de plasma rico em fibrina (PRF). Foi instalado uma prótese parcial

removível provisória para adaptação inicial dos tecidos. Após 6 meses,

realizamos a reabertura, para realização de restaurações implantossuportadas
provisórias, com intuito de formar o perfil de emergência.

Conclusão:

Com base na literatura, em relação ao caso clinico apresentado podemos
concluir que a utilização de Enxertos ósseos de origem heterogênea, torna
possível a manutenção da estrutura adjacente ao elemento dental extraído,
mesmo em situações de maior complexidade para estabilidade do complexo
periimplantar.

Leandro Lecio

Leandro Lecio

Cirurgião Dentista

Doutorando em Periodontia – UNG
Mestre em Implantodontia – UNG
Consultor Cientifico Criteria Biomateriais

Criteria Biomateriais

Contate nos

Informações de contato

Rua Silvania, 141
Vila Nova Conceição, Sp, 04513-000.

+0800 735 7350

Siga nossas sociais

Qual produto relacionado a sua dúvida?

Deseja o contato de um consultor Critéria?

4 + 11 =