Distribuidor Critéria? CLIQUE AQUI .

Melhorando o perfil ósseo utilizando Lumina Bone Porous granulação small e Lumina Coat Double Time (referencia: caso b2)

Melhorando o perfil ósseo utilizando Lumina Bone Porous granulação small e Lumina Coat Double Time (referencia: caso b2)

A busca constante por soluções para correção de defeitos ósseos, possibilitando a reabilitação com restaurações implanto suportadas, tornou-se comum na prática da Implantodontia, segundo Schwarz et al 2017. A possibilidade reconstrução parcial ou total da maxila e da mandíbula, bem como, das áreas doadoras, são avaliadas de acordo com a disponibilidade de osso viável, do planejamento reabilitador e do estado geral de saúde do paciente (Benic et al 2015). Para Cho et al 1998, atualmente, a utilização dos enxertos ósseos, é amplamente discutida, principalmente em relação a suas diversas origens, sendo elas autógena, homóloga, heterogênea e sintética, onde por sua vez, o osso de origem autógena, é considerado o padrão ouro, por suas caracteristicas como capacidade ostegênica, osteocondutora e menor resposta imune específica.  A observação de serias desvantagens no uso do enxerto autógeno, por sua disponibilidade, onde, a sua complexa técnica de remoção em áreas tanto intra como extra-bucal, desencadeia uma serie de aspectos que aumentam a morbidade dos procedimentos cirúrgicos, o que leva a busca por opções de outras origens, como por exemplo, o osso de origem homologa, sendo associado ou não a utilização de osso de origem heterogênea ou sintética, ou simplesmente pela utilização do osso de origem heterogênea em aplicação direta para Encarnação et al 2011.

Relato de caso

Paciente MCS, 52 anos, tem ausência dos elementos , 23, 24, 25, 26 e 27, foi submetida a cirurgia de inserção de

submetida a cirurgia de inserção de implantes em substituição de cada ausência com implantes de tamanho 3,75mm X 11,5mm. Mediante a descorticalização da parede óssea vestibular das regiões,

utilizando broca esférica carbaide FG1, no qual, devido a atrofia óssea das utilizando broca esférica carbaide FG1, no qual, devido a atrofia óssea das regiões, realizamos a reconstrução do perfil ósseo, preenchendo e recobrido com enxerto ósseo heterogêneo, Lumina Bone Porous granulação large umectado com soro extraído do 

sobrenadante das membranas de PRF (Castro et al., 2017), seguido de recobrimento com membrana de colágeno não reticulado tipo 1 e 3, Lumina Coat

Double Time, em sequência submetemos a adaptação de membranas de plasma rico em fibrina (PRF).

Conclusão

Com base na literatura, em relação ao caso clinico apresentado podemos concluir que, utilização de enxertos ósseos de origem heterogênea, torna possível a manutenção da estrutura adjacente ao elemento dental extraído, mesmo em situações de maior complexidade para estabilidade do complexo periimplantar.

Leandro Lecio

Leandro Lecio

Cirurgião Dentista

Doutorando em Periodontia – UNG
Mestre em Implantodontia – UNG
Consultor Cientifico Criteria Biomateriais

Melhorando o perfil ósseo utilizando Lumina Bone Porous granulação small e Lumina Coat Double Time

Melhorando o perfil ósseo utilizando Lumina Bone Porous granulação small e Lumina Coat Double Time

A exodontia é uma operação comum em cirurgia oral, sendo associadas
à perda do osso alveolar, que ocorre tanto por mecanismos fisiológicos como
iatrogênicos, assim sendo, nenhuma técnica de exodontia é completamente
atraumática (Weiss et al 2011, Chappuis et al 2015, Bosun et al, 2018). Este
relato de caso clinico tem como objetivo, demonstrar a utilização de
biomateriais de origem heterogêneo (Lumina Bone Porous granulação small) e
membrana de colageno não reticulado do tipo 1 e 3 (Lumina Coar Double
Time), no intuito de reaver o perfil ósseo necessário para recobrimento total
dos implantes, bem como melhor conformação da espessura óssea, diminuindo
as alterações danosas na região próxima ao elemento dental, oferecendo
melhor estabilidade na manutenção da parede óssea vestibular e tecido mole
adjacente, para instalação imediata de implantes osseointegrados.

 

Relato de caso

Paciente CS, 44anos, tem ausência dos elementos 12, 13, 22 e 24, foi
submetida a cirurgia de inserção de implantes em substituição de cada

ausência com implantes de tamanho 3,5mmX11,5mm.
Mediante a descorticalização da parede óssea vestibular das regiões, utilizando broca 

esférica carbaide FG1, no qual, devido a atrofia óssea das regiões, realizamos

a reconstrução do perfil ósseo, preenchendo e recobrido com enxerto ósseo
heterogêneo, Lumina Bone Porous granulação Small umectado com soro

extraído do sobrenadante das membranas de PRF (Castro et al., 2017),
seguido de recobrimento com membrana de colageno não reticulado tipo 1 e 3,Lumina Coat Double Time, em sequência submetemos a adaptação de
membranas de plasma rico em fibrina (PRF). Foi instalado uma prótese parcial

removível provisória para adaptação inicial dos tecidos. Após 6 meses,

realizamos a reabertura, para realização de restaurações implantossuportadas
provisórias, com intuito de formar o perfil de emergência.

Conclusão:

Com base na literatura, em relação ao caso clinico apresentado podemos
concluir que a utilização de Enxertos ósseos de origem heterogênea, torna
possível a manutenção da estrutura adjacente ao elemento dental extraído,
mesmo em situações de maior complexidade para estabilidade do complexo
periimplantar.

Leandro Lecio

Leandro Lecio

Cirurgião Dentista

Doutorando em Periodontia – UNG
Mestre em Implantodontia – UNG
Consultor Cientifico Criteria Biomateriais

Regeneração óssea vestibular em implante imediato

Regeneração óssea vestibular em implante imediato

Paciente fez exodontia e implantação imediata com estética imediata no dente 11, devido fratura radicular. Utilizado implante wayfit DSP e Lumina-Bone Porous da Critéria

ANTES

DEPOIS

Dr. Gustavo Grolli Klein

Dr. Gustavo Grolli Klein

Cirurgião Dentista

Possui graduação em Odontologia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2006). Atualmente é professor do curso de esp. em implantodontia – CEOSP – Nanotec,
dentista especialista – Clinica Odonto Integral, doutorando da Universidade do Sagrado Coração e consultor científico – DSP – Biomedical. Tem experiência na área de
Odontologia, com ênfase em Cirurgia Buco-Maxilo-Facial, atuando principalmente nos seguintes temas: implante, sinus lift, enxerto ósseo, bone graft e biomaterial.